Shows

Gestão coletiva da música faz pagamento de segunda parcela de adiantamento extraordinário

Dois dias após a aprovação de ajuda emergencial de R$ 3 bilhões ao setor cultural na Câmara dos Deputados, a cadeia produtiva da música volta a ter uma boa notícia....

Dois dias após a aprovação de ajuda emergencial de R$ 3 bilhões ao setor cultural na Câmara dos Deputados, a cadeia produtiva da música volta a ter uma boa notícia. Nesta semana, será disponibilizada a segunda parcela do adiantamento extraordinário – plano de auxílio a artistas e autores traçado pela gestão coletiva da música no Brasil, composta pelas associações Abramus, Amar, Assim, Sbacem, Sicam, Socinpro, UBC e o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição).

 As associações de música farão os repasses e os valores serão destinados a quase 22 mil compositores, intérpretes, músicos e produtores fonográficos brasileiros, titulares de obras musicais, que tiveram rendimento médio anual entre R$ 500 e R$ 36 mil nos últimos três anos. A primeira parcela foi paga no mês de abril e, em junho, será realizado o último pagamento. O montante total será de R$ 14 milhões. 

Este adiantamento extraordinário será devidamente discriminado no demonstrativo de rendimentos recebido por cada titular. Os valores adiantados serão descontados posteriormente, 60 dias depois de anunciado o final do estado de calamidade pública e em até 12 parcelas mensais iguais e sem juros. No caso de dúvidas, o compositor ou artista deve procurar a associação ao qual é filiado.

Mais Notícias
GratuitoShows

Chico César se apresenta no Festival Canto a Canto, na Casa do Cantador, em Brasília

Shows

Terraço Shopping recebe dois shows no penúltimo fim de semana de setembro

Shows

Conic recebe Barato Total, a festa da música brasileira

Shows

Pranchão! Com trio elétrico, Brasília recebe Carnaval fora de época com Durval e Saulo