Gastronomia

Mayer Sabores do Brasil inaugura na 116 sul

A empresária Keli Cristina Mayer resolveu expandir seus domínios para a Asa Sul em um formato mais irreverente. A proprietária do Mayer Self Service, localizado na 104 do Sudoeste, agora...

A empresária Keli Cristina Mayer resolveu expandir seus domínios para a Asa Sul em um formato mais irreverente. A proprietária do Mayer Self Service, localizado na 104 do Sudoeste, agora inaugura o Mayer Sabores do Brasil na 116 sul, que, em breve, terá ao lado também o Café das Orquídeas, ambos previstos para inaugurar dia 30 de setembro.  Ao lado do marido Celso Zuza, a chef e nutricionista Keli quis fazer do novo empreendimento um espaço que une o paisagismo à boa gastronomia. No Mayer Sabores do Brasil, o foco é fazer o comensal viajar pelos sabores brasileiros e invocar a memória afetiva, com pratos como o Robalo ao tucupi e jambu, o Trio do litoral Norte e Sul – patinhas de caranguejo, lula e camarão empanados servidos com molho tártaro – e a Carne Serenada – carne de angus curada grelhada na parrilla e regada em manteiga de garrafa com cebola baby, mandioca frita e queijo coalho assado, além das sobremesas Mousse de Chocolate da Amazônia e Abacaxi Grelhado com canela acompanhado de licor de jabuticaba. Já o Café das Orquídeas – que leva este nome devido às mais de 450 espécies de orquídeas implantadas por Celso na quadra – dará ênfase em doces, bolos e pães artesanais de fermentação natural. 

Com projeto arquitetônico de Simone Turíbio, da Choque Arquitetura & Design, a casa possui uma estética capaz de integrar as diversas regiões do Brasil, com grandes janelões, luminárias diferenciadas, revestimento em madeira dourada louro freijó – a nogueira brasileira – e móveis exclusivos da Breton, conhecida pela qualidade, design exclusivo e inovador. O cardápio foi elaborado por Keli, com consultoria do chef Marcello Piucco, mas quem comandará as panelas no dia-a-dia é o chef Raphael de Lucca, que está no ramo desde os 13 anos de idade e tem passagem por restaurantes como Sallva, Aroma e Tradição Mineira, além de ter sido Personal Chef no Escritório de Advocacia Willer Tomaz. 

O Mayer ainda conta com uma equipe especializada em carnes nobres – os Parrilleros – além de Maître, Sommelier e Bartender/Mixologista.  No almoço, o serviço é de buffet à quilo com parrilla, enquanto no jantar é à la carte – ambos com opções vegetarianas e veganas. Há também o almoço vip, com uma diferente sugestão do Chef a cada dia – destaque para o Frango com quiabo e a Canjiquinha com queijo da Serra do Salitre. Da parrilla saem cortes como o Galeto, o Prime Rib, o Tomahawk, o Ancho e a Carne Serenada (de sol), além da Lagosta e a Cioba inteira. Segundo Marcello Piucco, a escolha da parrilla para grelhar as proteínas se deve ao fato de estas ficarem mais saborosas e mais saudáveis, já que não é utilizado óleo. Os ingredientes são de primeira qualidade: legumes e verduras orgânicos, da fazenda Malunga e do Sítio Samambaia, e muitos dos insumos vêm de pequenos produtores. Há ainda os pratos kids, com massas sem conservantes, molhos caseiros e verdurinhas orgânicas. Por fim, a coleta seletiva do óleo de cozinha usado, que é todo doado para reaproveitamento, e assim não entope o ralo de esgoto.   

A adega do Mayer possui um design irreverente: é a chamada Adega Cacho, inspirada nos cachos de uva e nas esculturas neoconcretistas de Franz Weissmann. Há rótulos de 10 países, passando pelo velho mundo – França, Itália, Espanha e Portugal – e terminando no novo mundo – Austrália, Chile, Uruguai, Argentina, Estados Unidos e, claro, Brasil. O Sommelier e Maître da casa, Maurício Araújo – que tem passagem por casas como Quattro Pizza Bar, Le Jardin du Golf, Santé 13, entre outros – elaborou a carta junto do Gerente-Geral Jailson Alves – que veio de São Paulo só para compor o time do Mayer e tem passagem pelos melhores restaurantes da capital paulista.  A ênfase são nos rótulos brasileiros, que harmonizam muito bem com os pratos do cardápio.  

Serviço:  

Mayer Sabores do Brasil   

116 sul – bloco B  

Horário de funcionamento: segunda a quinta das 11h30 às 15h30 para almoço, das 17h às 20h para Happy Hour e das 18h às 23h para jantar  

Sexta: das 11h30 às 15h30 para almoço, das 17h às 20h para Happy Hour e das 18h às 00h para jantar  

Sábado: das 11h30 às 17h para almoço, das 17h às 20h para Happy Hour e das 18h às 00h para jantar  

Domingos e feriados apenas almoço das 11h30 às 17h  

Café das Orquídeas  

116 sul – bloco A  

Horário de funcionamento: segunda a quinta das 7h às 23h  

Sexta e sábado das 7h às 00h  

Domingos e feriados das 7h às 17h 

Mais Notícias
Gastronomia

Mezanino promove festival gastronômico com menu especial até 15 de outubro

Gastronomia

Chef Gourmet! Escola de gastronomia inaugura primeira unidade em Brasília

Gastronomia

Brasília Monumental: evento reúne gastronomia e diversão no feriado de 7 de setembro

Gastronomia

Especialista em gastronomia molecular promove evento em Brasília inspirado no universo da Barbie