Causas

Abertas as inscrições para o programa gratuito do Facebook em educação financeira

Negócios dirigidos por mulheres na América Latina têm 11% mais probabilidade de fechar devido à pandemia do que os administrados por homens, segundo dados do Relatório Global sobre a Situação das Pequenas Empresas, produzido pelo Facebook, Banco Mundial e OCDE. Com intuito de capacitar estas empreendedoras, o Facebook, por meio de seu programa Ela Faz História, e em parceria com a Aliança Empreendedora, oferece capacitação em Educação Financeira dedicada a fomentar a participação das mulheres na economia digital. A expectativa é atender a 50 mil mulheres em todo o território nacional.

“Quando se investe em capacitação de mulheres, além do crescimento individual, tem-se também benefícios nos núcleos familiares e na comunidade. Estima-se hoje que 45% das mulheres empreendedoras também são chefes de família. Mudar a vida de uma empreendedora hoje é melhorar a realidade do país a longo prazo”, comenta a diretora executiva e co-fundadora da Aliança Empreendedora, Lina Useche.

A nova capacitação do programa “Ela Faz História” tem três pilares de conhecimento: educação financeira, marketing digital e acesso a fonte de crédito. “Esses três componentes ajudam o pequeno negócio a prosperar. Essa é a nossa contribuição para tentar ajudar essas mulheres a atravessar e a sair mais fortes e com ferramentais digitais para combater a crise. Vemos a crise também como uma oportunidade para aumentar a digitalização desses negócios, que eram mais simples, que não necessariamente tinham acesso a essas ferramentas e agora, pelo isolamento social, de forma acelerada, acabaram tendo que migrar para o online”, afirma a gerente de políticas públicas do Facebook para o Brasil e o Cone Sul, Andréa Leal.

Apoiam essa ação enquanto aliadas da Aliança Empreendedora as organizações sociais Commbne (Comunicação baseada em inovação, raça e etnia), Diáspora Black, Impact Hub Manaus e Pretitudes.

“Ela Faz História”

A inscrição para o curso, que é composto por videoaulas interativas, pode ser feita na plataforma Tamo Junto, acessando o link: www.tamojunto.org.br/elafazhistoria.

Os módulos do programa incluem temas como metas financeiras, precificação, plano de negócios, planejamento financeiro, estratégias de negócios, tecnologia aplicada a finanças. Como parte do conteúdo, haverá um componente com informações sobre fontes de microcrédito para microempreendedoras do Brasil, a fim de facilitar o acesso ao crédito.

As empreendedoras também terão acesso a mais dois cursos: um curso sobre como usar as redes sociais e as mídias digitais para impulsionar seus negócios; e outro com foco em formalização, incluindo os conceitos para obtenção de CNPJ, emissão de nota fiscal, custos e taxas, além de orientação para que as mulheres avaliem quando é necessário buscar ofertas de crédito do mercado e como obtê-las.

Related posts
CausasCinemaGratuito

Documentário sobre movimento LGBTQIA+ na ditadura estreia no Cine Brasília

Causas

Novembro Azul: homens vão seis vezes a menos ao médico do que as mulheres

Causas

Brasil Center Shopping promove feira de adoção pet neste sábado

Causas

Escritora brasiliense doa livros para voluntárias da rede feminina de combate ao câncer no DF