Gratuito

Veja a programação do CCBB educativo no mês de novembro

Peça literária celebra centenário de Clarice Lispector no CCBB

A programação do CCBB Educativo traz ao público uma série de ações explorando temáticas diversas, em novembro. A edição oferece aos pequenos muita experimentação, inventividade e ludismo no segmento Lugar de Criação, como sugerem os criativos nomes das atividades: Rede de Brasis, Pé de Valsa, Pescando Memórias e Mandalas de Lã. Há também opções para o público em geral, com contorno especial para conteúdos de interesse a educadores e estudantes. Destaque para o Laboratório de Crítica, com o artista, crítico de arte e curador independente Divino Sobral; curso Transversalidades, explorando a mostra de cinema “Assim Vivemos”, a partir dos conhecimentos da atriz e especialista em audiodescrição Graciela Pozzobon, e a vivência Múltiplo Ancestral, com performance poética, textos e canções do livro “Dona dos Ventos”, de Cristiane Sobral. Em comemoração ao Dia Nacional da Alfabetização, Maria Madalena Torres comandará Atividade Extra, levando o público a refletir sobre seu experimento de alfabetização de jovens, adultos e idosos, em Ceilândia, utilizando o cinema.

Confira a programação:

Lugar de criação

Dias 2 e 3 | 9 e 10 | 15, 16 e 17 | 23 e 24 | 30

Das 10h às 12h e das 15h às 17h

02 e 03/11- Como nasce uma obra de arte? Rede de Brasis

Costurado à exposição Vaivém, o Programa CCBB Educativo convida a pensar junto aos públicos as tessituras das diferentes identidades brasileiras, construindo uma rede coletiva que perpassa a identidade brasileira. 

09 e 10/11 – Desde Pequeno: Pé de valsa

O CCBB Educativo convida a todos para uma grande dança coletiva. Será que os movimentos são dança? Como se registra um corpo dançante? Quais cores tem a dança interior? A ideia é, coletivamente, criar uma obra de arte feita a partir dos passos de dança que a música inspira nas pessoas, compondo uma linda melodia corporal.  

15, 16 e 17/11 – Trocação de HistóriasPescando Memórias

“Enredar” significa “colher na rede”. O que é uma rede de pescar? O que se colhe nela? Nesse final de semana, o CCBB os convida para enredar memórias alheias. Através da confecção de garrafas de memórias que serão jogadas ao “mar”, o público será convidado a pescar memórias de outros participantes, a fim de ressignificá-las para criar enredos.

23 e 24/11 – Eu Faço Meu BrinquedoMandalas de lã

Nessa atividade, a geometria vai se encontrar com as mais variadas cores em forma de novelos de lã. Serão confeccionadas mandalas “desenovelando” e enrolando o comprido dessas linhas macias para que elas criem formas vibrantes que irão enfeitar os lugares favoritos de cada um. 

30/11 – Desde Pequeno: Pé de valsa

O CCBB Educativo convida a todos para uma grande dança coletiva. Será que os movimentos são dança? Como se registra um corpo dançante? Quais cores tem a dança interior? A ideia é, coletivamente, criar uma obra de arte feita a partir dos passos de dança que a música inspira nas pessoas, compondo uma linda melodia corporal.  

Laboratório de Crítica, com Divino Sobral

07/11- das 17h às 21h

Processo de inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com 

Sinopse desta edição: O laboratório será uma experiência destinada a pensar as relações da arte com a história e com a memória. A partir da análise direta de obras dos artistas brasileiros José Rufino, Dalton Paula, Paulo Bruscky e Talles Lopes, pretende a produção coletiva de textos críticos que investiguem diferentes procedimentos formais e nuances poéticas presentes em um ou mais artistas.

Atividade Extra – Dia Nacional da Alfabetização, com professora Maria Madalena Torres

14/11- às 19h

Processo de inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com

Sinopse: Reflexão sobre experiência de cinema na alfabetização de jovens, adultos e idosos na cidade de Ceilândia – DF, ocorrida a partir  de pesquisas, ensaios e artigos, em destaque para o Trabalho de Conclusão de Curso de Especialização com o título: “Luzes, Câmera Educação – O filme como intervenção pedagógica em sala de aula” (2002). Em seguida,  o projeto Cine Popular – Conhecimento e audiovisual, que muito contribuiu para a elaboração da dissertação de mestrado “O cinema – a língua escrita da realidade – na alfabetização de jovens e adultos” (2005). E, finalmente, a publicação da obra “O cinema como linguagem na Alfabetização de Jovens, Adultos e Idosos trabalhadores” (2018).

Transversalidades, com Graciela Pozzobon (LIBRAS)

21/11- das 19h às 21h

Processo de inscrição por formulário on-line: www.ccbbeducativo.com 

Sinopse desta edição: Serão abordadas as técnicas da produção de recursos de acessibilidade comunicacional como a audiodescrição, a interpretação em LIBRAS e as Legendas LSE em eventos culturais, peças de teatro, exposições e grandes eventos e de que forma os usuários se beneficiam dessas técnicas. Serão exibidos vídeos de curta duração com exemplos de aplicação dos recursos de acessibilidade e opiniões dos usuários. Após os vídeos os participantes poderão fazer perguntas, formular colocações e relatar experiências.

Múltiplo Ancestral, com Cristiane Sobral

24/11, às 17h

Sinopse: Performance poética com textos e canções do livro Dona dos Ventos e outras poéticas de Cristiane Sobral. Com poesias e canções, este espetáculo pretende produzir afetos e atravessamentos estéticos no espectador com uma linguagem poética e personagens que desafiam ficções e apresentam outros modelos de subjetividades negras e femininas, mesclando crítica e suavidade. São tecidos cênicos recheados de expressividade, “radiância”, agudeza e entrega.

Visitas educativas agendadas

Ter, Qua, Qui, Sex    

Duração: 1h30

Ter a sex: 9h30, 10h30, 14h, 14h30 e 15h30

Qua e qui: 9h30, 10h30, 14h, 14h30, 15h30 e 19h

E-mail para agendamento: [email protected]

No momento do agendamento é possível escolher entre opções de visitas com atelier, visita à exposição ou visita patrimonial. Às quintas, às 14h30 há um horário disponível para a visita em Libras, exclusivo para grupos agendados.

Visitas mediadas

Ter, de 12h às 13h |  17h às 18h | 18h às 19h

Qua a sex, de 12h às 13h | 18h às 19h

Sáb, de 12h às 13h | 18h às 19h

Domingos e feriados, de 12h às 13h | 18h às 19h

Até 20 pessoas. Não necessita agendamento.

O grupo será formado 15 minutos antes do horário da visita.

Visitas ao acervo do Museu do Banco do Brasil ou à exposição “VAIVÉM”, em cartaz até 10/11.

Visitas mediadas em libras

Ter, às 18h, sex às 19h e sáb às 17h

Até 20 pessoas. Não necessita agendamento.

O grupo será formado 15 minutos antes do horário da visita.

Visita realizada em Libras com tradução em português ao acervo do Museu do Banco do Brasil ou à exposição “VAIVÉM”, em cartaz até 10/11.

Related posts
CausasGratuito

Projeto oferece oficinas de moda para mulheres

GratuitoShopping

Pátio Brasil anuncia programação especial de Páscoa

GratuitoTeatro

Conic recebe espetáculo gratuito Um Teto Todo Seu, comédia feminista

Gratuito

Livro sobre Sergio Rodrigues e o Mobiliário da UNB é lançado no Museu de Arte de Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.