EspecialVagas

Uma Caravana Junina pelo Distrito Federal

Projeto inédito no DF propõe uma série de oficinas artísticas para estímulo à participação popular em quadrilhas juninas, oferecendo aos selecionados vivência teórica, técnica e prática com profissionais consagrados na área da dança e da cultura popular locais.

As Quadrilhas Juninas do Distrito Federal são para Brasília o que os Desfiles de Escolas de Samba são para o Rio de Janeiro, tamanha comoção e participação popular que geram. Desde a concepção inicial até o momento de apresentação ao grande público o trabalho desses profissionais é intenso, continuado e recorrente.

A primeira grande dificuldade de integrantes do Movimento Junino do DF e RIDE é comprovar que o trabalho realizado por eles não está apenas ligado ao lazer e ao entretenimento em períodos de Festas Juninas. Há muito esforço envolvido nos bastidores e no processo preparatório. Partindo desse princípio, o que este projeto pretende é mostrar que existe toda uma cadeia produtora e criativa por trás dos arraiais montados nos festejos das cidades e convidar novos participantes a saberem como uma quadrilha funciona, na prática.

As disputas entre as quadrilhas ajudaram na formação de um novo conceito dentro do Movimento Junino: As Quadrilhas Estilizadas. Cada vez mais adeptas às tecnologias, pirotecnias e ousadias de show, as agrupações fazem com que torcedores se unam nas arquibancadas dos festejos, movimentando uma série de setores da produção cultural. Essa inovação, ano a ano, visa a valorização e a profissionalização dos participantes, além de promover a autonomia criativa de artistas locais para que as histórias apresentadas nos arraiais do país tenham, cada vez mais, características teatrais e performáticas em suas composições.

Com foco na formação de novos integrantes, o projeto “Oficilestras – Uma Caravana Junina” propõe um intensivo teórico prático sobre as etapas que compõem o fazer artístico do quadrilheiro. Serão oito horas de curso por cidade. Para isso, a produção uniu nomes fortes da cena local que atuarão como Oficineiros, abrangendo diferentes áreas do campo artístico ao qual os dançarinos estão envolvidos.

Arte-Educadores, Professores de História, Diretores Teatrais, Figurinistas, Maquiadores e Coreógrafos farão parte desse intensivão cultural, auxiliando na formação de novos quadrilheiros e na manutenção dessa arte extremamente importante nas periferias de Brasília. No conteúdo, Desdobramentos Históricos das Manifestações Populares Brasileiras e Treinamentos Físicos, Coreográficos e Cênicos com profissionais do DF, além de confraternização artística final.

Pessoas que já fazem parte de diferentes quadrilhas juninas poderão se inscrever e participar das oficinas, bem como entusiastas que queiram se iniciar nesse universo. As vagas são limitadas e o link para cadastro já está disponível: https://forms.gle/GUFdPLGJ5EhNs2568

Participantes surdos também poderão participar. Para isso, um professor tradutor e intérprete de libras exclusivo acompanhará todas as oficinas.

SAIBA MAIS SOBRE A CARAVANA JUNINA

Idealizado pelo artista popular e produtor cultural Gutemberg Lopes, atual coordenador da Quadrilha Eita Bagaceira, de Ceilândia, o projeto nasceu com a missão de Estimular, Ensinar e Contextualizar a nova geração de dançarinos de quadrilhas juninas por meio das Oficilestras (Oficinas e Palestras). A proposta visa conquistar dançarinos de todas as quadrilhas juninas do Distrito Federal e RIDE e entusiastas do gênero. A Caravana passará por Planaltina de Goiás, Paranoá, Samambaia e Ceilândia, cidades onde as quadrilhas juninas são bem populares e ativas.

A metodologia empregada terá como base a aplicação de aulas expositiva, por meio de Oficineiro Historiador e Oficineiro de Caracterização e Indumentária, bem como aulas práticas de Preparação Cênica/ Expressão Corporal, Direção Cênica, Preparação Física, Composição Coreográfica de Nível I e Composição Coreográfica de Nível II.

Para a equipe de produção, realizar a Caravana Junina é devolver ao DF e cidades próximas toda a receptividade oferecida às muitas gerações de dançarinos de quadrilha junina que passaram, que passam e que passarão pelos arraiais que animam o público e artistas.

Ao final dos encontros, haverá uma Confraternização Artística que marcará o fim do projeto. Todos os participantes receberão certificação de conclusão de curso e a ação só foi possível por meio de recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.

OFICILESTRAS – UMA CARAVANA JUNINA

CONFIRA AS DATAS:

1° Encontro: 05 de fevereiro de 2023 em Planaltina de Goiás/GO – Horário: 9h às 16h

2° Encontro: 12 de fevereiro de 2023 no Paranoá/DF – Horário: 9h às 16h

3° Encontro: 18 de fevereiro de 2023 em Samambaia/DF – Horário: 14h às 21h30

4° Encontro: 26 de fevereiro de 2023 em Ceilândia/DF – Horário: 9h às 16h

5° Encontrão Final, unindo todas as turmas para confraternização especial e entrega de certificados A data será definida durante as oficinas

Classificação Indicativa: Para pessoas acima de 16 anos

Link de Inscrição:  https://forms.gle/GUFdPLGJ5EhNs2568

FICHA TÉCNICA

Coordenação Geral: Renata Marinho/ Produtor Cultural: Guto Lopes/ Assistente de Produção: Ricardo Zen/ Assessor de Imprensa: Josuel Junior/ Gestão de Mídias Sociais: Jadson Castro/ Oficineiro I – Historiador (Alisson dos Santos)/ Oficineiro II – Preparador Físico (Marcos Vinicius)/ Oficineiro III – Preparador Cênico (Paulo Russo)/ Oficineiro IV – Direção Cênica (Gilson Cezzar)/ Oficineiro V – Criação Coreográfica Básica (Guto Lopes)/ Oficineiro VI – Criação Coreográfica Avançada (Mayra Mel)/ Oficineiro VIII – Tradutor Intérprete de Libras (Rodrigo Machado)/ Este projeto conta com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal

Related posts
Especial

Mostra Movimento Armorial 50 anos, do CCBB, se despede dia 15 com shows de ritmos afro

Especial

Confira dicas para se manter criativo no ambiente de trabalho

Especial

CCBB Educativo lança PodCast

Especial

Em Brasília, CCBB Educativo tem programação diária para crianças até última semana do ano