Causas

O perfil do consumidor brasileiro mudou: como entender e se adaptar a ele?

A cada transformação que o mundo sofre por impactos em escala global, as lições que ficam servem de aprendizado para a evolução e proteção do ser humano em todos os...

Consumidor

A cada transformação que o mundo sofre por impactos em escala global, as lições que ficam servem de aprendizado para a evolução e proteção do ser humano em todos os âmbitos sociais, e, com a pandemia, não é diferente. 

A exemplo do que move a economia mundial (os empreendimentos), é fato que o comportamento do consumidor em todo o mundo vem mudando por causa do Covid-19, e, diante desta situação, uma das grandes preocupações de investidores, empresários e funcionários é como entender, vivenciar, aprender e atender este novo perfil de clientes, visto que passar segurança será um dos principais fatores que fará a diferença. 

Buscando entender essas mudanças, muitas empresas realizaram estudos e estão oferecendo treinamento para seus funcionários, abrindo margem para alterações também no comportamento empresarial, apostando em novas ferramentas que a tecnologia oferece, aliado a todo cuidado de se relacionar e como se comportar diante do consumidor. 

Diante desta situação, a especialista em marketing e educação corporativa, Amanda Oseki, explica que este é um processo que todos os empreendimentos que quiserem se destacar nesta nova realidade deverão passar, mas, para isso é necessário sair da caixinha e investir.

“Temos um novo perfil de consumidor no mundo por causa da pandemia, e para entender as novas necessidades deste público, será necessário reeducar, treinar e capacitar seus funcionários e a sí próprio, e esse processo começa a partir da educação corporativa, um método onde é comprovado em diversas pesquisas, que os empreendimentos que investem tem nítidas vantagens no mercado a longo prazo”, explica a também professora dos cursos de pós-graduação em comunicação da Estácio Brasília. 

Contudo, a especialista reforça que “não basta apenas as mentes pensantes, é preciso ter ciência que a qualidade e a continuidade de seu serviço tem de ser duradouro em todas as estruturas da empresa, e, para que venha ter êxito a educação corporativa tem que ser oferecida para todos da empresa”.  

Confira algumas dicas que a profissional separou para ajudar quem deseja buscar entender este novo comportamento do consumidor 

Se adaptar e reeducar seus funcionários diante das novas tecnologias/atualizações com treinamentos de ferramentas de comunicação online, marketing digital e plataformas de venda; 

Investir no treinamento e capacitação do gestor que lidera os funcionários da empresa; 

Humanizar o atendimento, mesmo que de forma online; 

Prezar pela qualidade da aparência do produto e/ou serviço que oferece; 

Gerar formulários de respostas para ter a avaliação do consumidor para poder saber se está sendo efetivo e aprovado; 

Informar e alinhar as novas ideias e procedimentos adotados para todos que contribuem e tem contato com o empreendimento, desde funcionários, colaboradores, investidores e empresas com serviços terceirizados; 

Mais Notícias
CausasShopping

ParkShopping anuncia última edição de 2023 da feira de adoção de pets

CausasGratuito

Colégio Objetivo DF oferece bolsas de estudo para 2024 com inscrições gratuitas

Causas

CEUB oferece acompanhamento psicológico de baixo custo à comunidade

CausasGastronomia

Starbucks resgata o Pride Frappuccino em apoio ao mês do orgulho LGBTQIAP+