Especial

No Distrito Federal casos de pedras nos rins aumentam durante o inverno

Manter o corpo hidratado sempre é muito importante para evitar episódios de tonteira, mal-estar e condições mais graves, como a desidratação. A baixa ingestão de água em períodos que a umidade do ar cai também pode contribuir para o desenvolvimento dos cálculos renais. Conhecidos também como pedras nos rins, eles se formam com o acúmulo de cristais na urina e, se não tratados, podem evoluir com complicações como crises álgicas, infecção urinária e até insuficiência renal.

Segundo o Dr. Fransber Rodriques, urologista do Hospital Brasília, no Distrito Federal, entre o final do outono e o inverno, há um aumento na incidência de casos relacionados a cálculos urinários. A queda da umidade do ambiente aliada ao baixo consumo de água, aumenta a concentração mineral da urina e, consequentemente, a formação de cristais e cálculos.

“As pedras começam a se formar quando a quantidade de elementos como cálcio, oxalato e ácido úrico na urina aumentam. Dependendo do tamanho e de onde estejam localizadas, elas podem causar dor intensa, sangramento e, em alguns casos, a infecção urinária”, afirma o urologista.

O cálculo renal costuma ser mais frequente entre os homens, principalmente depois dos 40 anos, sendo a partir dos 50 anos a época mais recorrente nas mulheres. Pacientes com gota e histórico de pedra nos rins na família, que ingiram grande quantidade de proteína e pouca fibra e exagerem nas bebidas alcoólicas também têm mais chances de desenvolver a doença.

“Na maioria dos casos as pedras são bem pequenas e podem ser eliminadas através da urina sem nenhum problema. Quando são maiores, o médico que esteja acompanhando o caso deve fazer uma avaliação do paciente para decidir se os cálculos podem ser reduzidos através de medicamentos ou mudanças na dieta”, explica o dr. Fransber. Em casos específicos é recomendado procedimentos cirúrgicos, que hoje são minimamente invasivos em sua maioria, para a retirada das pedras.

A principal forma de prevenção dos cálculos renais, em qualquer época do ano, é beber bastante água, no mínimo dois litros ao dia – principalmente quem já teve a doença. Além disso, diminuir a quantidade de sal nas refeições também ajuda a evitar a formação das pedras.
Related posts
EspecialGastronomiaShows e eventos musicais

Em Brasília, saiba onde assistir ao jogo do Brasil contra a Suíça pela Copa

Especial

Afro em Movimento: Espaço Renato Russo recebe projeto com palestras e shows gratuitos

EspecialGastronomia

Veja restaurantes em Brasília onde é possível assistir ao primeiro jogo do Brasil pela Copa do Mundo

Especial

Em Brasília, Super Adega lança campanha descontos, promoções e facilidades na Black Friday

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *