Teatro

Grupo Embaraça volta aos palcos com o espetáculo “Afeto”

O Grupo Embaraça estreia o espetáculo “Afeto” dia 12 de junho, no Sesc Garagem (713/913 Sul). A peça, com Fernanda Jacob e Tuanny Araujo no elenco, tem sessões até o fim de julho nas unidades do Sesc 504/505 Sul, Ceilândia, Taguatinga e Gama. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

O espetáculo “Afeto” tira a venda dos olhos de uma sociedade que sabe e conhece muito bem seu gosto. O chamado “gosto” diz muito sobre nossas escolhas e empatias, visto que ainda vivemos em uma sociedade que se constrói a base de padrões embranquecidos. O que é considerado bonito, admirável e acolhido tem cor, e isso influencia diretamente na vida afetiva de mulheres negras. Chegará o dia em que essas mulheres não precisarão ter medo ao revisitarem suas histórias afetivas escondidas no fundo das gavetas? Daremos voz a essas histórias. Escutem, pois muita coisa ainda não foi dita.

“Vale a pena se fazer algumas perguntar como: Quantas(os) amigas(os) negras(os) você já tem ou teve? Quantas mulheres negras você namorou? Por quais você se apaixonou e assumiu relacionamentos? Como você trata mulheres negras que ocupam cargos de subserviência? Estas respostas dizem muito sobre como você manifesta suas afetividades para com estas mulheres, porque as construções do afeto permeiam nosso imaginário. Desde os contextos da infância, adolescência e vida adulta, diversas mulheres negras têm relatos muito convergentes de como suas relações com afeto muitas vezes foram fragilizadas por dinâmicas e comportamentos racistas”, comenta Tuanny Araujo.

Para Fernanda Jacob, o espetáculo coloca no palco depoimentos pessoais, histórias esquecidas que precisam vir à tona. “Hoje, na nossa sociedade, falar sobre afeto, é despertar um sentimento de transformação e fortalecimento para que se encontre a luz dentro da sombra. Sabemos que nós, mulheres negras, vivemos em uma sociedade onde pouco se celebra nossas conquistas, imagina o que fazem com nossas dores? Que possamos com o espetáculo trazer o enfrentamento desses monstros que permeiam a troca de afeto entre a mulher preta e a sociedade. A história não pode ser só essa: sem par na festa junina. Ser par para a brincadeira. Ser par para o primeiro beijo. É entender que a coroa e o trono vieram bem antes de tudo isso desandar”, completa.

As provocações cênicas de “Afeto” ficaram sob responsabilidade de Jonathan Andrade. Durante várias semanas, Fernanda Jacob e Tuanny Araujo foram acompanhadas pelo ator e diretor brasiliense, que acompanhava cada cena atentamente, sugerindo dinâmicas para que o resultado fosse ao mesmo tempo fluído e denso. “O fato dele ser um criador negro fez com que ele compreendesse muito espontaneamente os lugares onde queríamos chegar. É como se falássemos a mesma língua, mas com sotaques diferentes e isso enriquece muito a criação”, destaca Tuanny.

Assim como as montagens anteriores do grupo, “Afeto” conta com uma banda ao vivo em cena. Letícia Fialho (guitarra), Anne Caroline Vasconcelos e Fernanda Pinheiro (percussão) são as responsáveis pela trilha sonora da peça, que também é composta por vídeo mapping de Mari Mira.

Dentre as ações de acessibilidade está prevista uma apresentação com Intérprete de Libras que será realizada no Sesc Taguatinga. E uma apresentação com Áudio-Descrição para deficientes visuais que será realizada no Sesc Ceilândia.

“Afeto” tem patrocínio do FAC – Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.

Grupo Embaraça

O Grupo Embaraça surgiu em 2012, na Universidade de Brasília, quando atrizes negras se uniram para levar aos palcos questões étnico-raciais. Partindo de universos íntimos, o grupo constrói, de maneira autoral, sua dramaturgia. Dá voz às figuras e histórias que são silenciadas e apagadas e traz à cena o reconhecimento e pertencimento da mulher negra na sociedade.

“Calamatraca”, “Pentes” e “Ramal 003” são os trabalhos anteriores do grupo que, atualmente, é formado por Fernanda Jacob e Tuanny Araujo.

Serviço

Espetáculo “Afeto” com o Grupo Embaraça

JUNHO

Dias 12 e 13 de junho, às 20h no Sesc Garagem (713/913 Sul; 3445-4401).

Dia 15 de junho, às 20h e 16 de junho, às 19h no Sesc Estação (504/505 Sul; 3217-9101).

JULHO

Dias 12 e 13 de julho, às 20h, no Sesc Ceilândia (QNN 27, Área Especial S/N, Ceilândia Norte; 3379-9500).

Dias 19 e 20 de julho, às 20h, no Sesc (CNB 12, Área Especial 2/3, Taguatinga Norte;  3451-9103)

Dias 26 e 27 de julho, às 20h, Sesc Gama (Setor Leste Industrial, Lotes 620/680; 3484-9105).

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Meia-entrada mediante comprovação ou doação de 1kg alimento não perecível ou doação de agasalho. As doações serão entregues à Associação de Mulheres com Deficiência.

À venda na bilheteria do teatro 1h antes da peça.

Não recomendado para menores de 16 anos.

Related posts
Teatro

Espetáculo "Sangue no Olho" ganha temporada presencial em Brasília

Teatro

Brasília recebe Authentic Flamenco, espetáculo de dança com renomados artistas da Espanha

Teatro

G7 anuncia duas sessões do espetáculo "As Aventuras de Nina e a Cidade Avião" em dezembro

Teatro

Espetáculo sobre Vinicius de Moraes entra em cartaz em Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *