Shows e eventos musicais

Festival “Quando as Ruas Chamam” chega à quinta edição

O festival Quando as Ruas Chamam vai agitar Ceilândia entre 23 e 25 de agosto. A quinta edição do evento volta a fazer da nona região administrativa do Distrito Federal a capital de dança de rua do país. Desta vez, o festival traz para o celeiro cultural do Distrito Federal exposição de jaquetas grafitadas e de fotografias, workshops de graffit e breaking e muita música com DJ’s e MC’s. No decorrer dos três dias, a ordem se inverte e o Plano Piloto parte para a Ceilândia em busca de arte. A periferia pauta o centro.

Nos moldes dos anos anteriores, Quando as Ruas Chamam, promovido pelo Fundo de Apoio à Cultura, busca não somente abarcar as competições, mas, igualmente, gerar visibilidade aos artistas participantes. Acima de tudo, quebrar paradigmas sociais que restringem o breaking a uma cultura de gueto. Nas outras edições, o festival contou com forte participação popular, contabilizando cerca de mil pessoas por dia de evento. Além disso, foi duas vezes campeão do prêmio de Breaking Latino Americano como melhor evento, tanto pela curadoria quanto pelo voto popular.

“Este ano, como diferenciais destaque para a exposição de jaquetas grafitadas e ações formativas, como workshops e uma oficina de break e outra de grafite ministrada por um artista de Santa Catarina, com o intuito de disseminar a arte para pessoas que tenham interesse em aprender”, explica Alan Jhone, criador do festival.  O evento conta, ainda, com a participação de dançarinos e artistas de diversos estados brasileiros e até de outros países.

Seletivas

Durante o festival, acontecerão as finais do concurso nacional de dança de rua, com participantes classificados a partir de seletivas realizadas em cinco estados brasileiros. As seletivas de Manaus e Goiânia já aconteceram. Em 20 de julho será a vez da seletiva de São Paulo e, no dia seguinte, no Espírito Santo. “Antes das finais ainda realizaremos mais uma seletiva, a de Brasília, em 10 de agosto”.

Os artistas que têm a oportunidade de participar das finais do festival conseguem alcançar novos patamares na carreira como dançarinos. “Hoje o projeto é como uma catapulta. Os dançarinos que participam acabam ganhando certa projeção e recebendo convites para participar de outras plataformas, de outros festivais”, falou Alan Jhone.

SERVIÇO:

Festival Nacional de Breaking “Quando as Ruas Chamam” 5ª edição

Data: 23,24 e 25 de agosto

Local: Sesc Ceilândia

Endereço:  QNN 27 Área Especial Lote B – Ceilândia Norte

www.quandoasruaschamam.com.br

23/08 – 14h30

Exibição dos vídeos “Quando as Ruas Chamam” e bate papo com artistas convidados

24 e 25/08 – 13h

Batalhas Nacionais em 09 modalidades

Exposição de Jaquetas Grafitadas “Jackart” – A Time to Speak de Wagner Wagz – Santa Catarina – SC

Workshops de Grafitti e Breaking

Exposição Fotográfica das edições anteriores

Related posts
EspecialGastronomiaShows e eventos musicais

Em Brasília, saiba onde assistir ao jogo do Brasil contra a Suíça pela Copa

Shows e eventos musicais

Fora do Eixo anuncia shows especiais nos dias de transmissão dos jogos da Copa

Shows e eventos musicais

Bhaskar faz show no aniversário de um ano do Mezanino nesta sexta-feira (25)

Shows e eventos musicais

Copa do Mundo: transmissão do jogo do Brasil nesta quinta-feira (24) tem shows de Molejo e Pixote em Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *