GratuitoShows e eventos musicais

Festival de música em Brasília terá Marina Sena, Thiago Pantaleão e mais

A cantora Marina Sena é o último nome apresentado para o line-up do Festival Bocadim 2022. O evento, que celebra a cultura LGBTQIA+ é realizado de 2 a 4 de dezembro com 25 atrações na Arena BRB Mané Garrincha e tem entrada gratuita para os três dias. O show da artista mineira, que ficou conhecida nacionalmente com o hit “Por Supesto”, é no domingo e encerra o festival, que apresenta shows de Thiago Pantaleão, Romero Ferro, Jadsa, Doralyce, Tícia e Pony Zion. Os ingressos gratuitos (sujeitos à lotação) estão disponíveis para retirada no Sympla (www.bit.ly/Bocadim2022).

Neste ano, o Bocadim realiza sua nona edição com o lema “De tudo, para todes” e criou um line-up com estilos musicais variados, com encontro de gerações, gostos e estilos. Dentro desta perspectiva, o evento coloca no palco artistas do Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-oeste do País. A cada dia, a programação privilegia diferentes vertentes musicais. Na sexta (2/dez), o rock será o protagonista. Já no sábado (3/dez), o público tem uma mistura entre rap, funk e afro-brasilidades. No último dia (4/dez), é a vez do pop, ragga e brega.

Queridinha do Brasil
Das atrações que têm ganhado espaço Brasil afora, a mineira Marina Sena conquistou espaço no cenário da música em 2021, com o sucesso da música “Por Supuesto”, de seu disco de estreia “De Primeira”. O hit veio depois de Marina ter sido vocalista nas bandas Rosa Neon e A Outra Banda da Lua. Já nas graças do público, ela recebeu em 2021 o prêmio de Revelação do Ano, concedido pelo Super Júri do Prêmio Multishow. Desde então, a artista passou a figurar em line-ups de festivais no Brasil, como o Lollapalooza e emplacou suas primeiras músicas em novelas, com “Pelejei”, em “Mar do Sertão” e “Me Toca”, na trilha sonora de “Todas as Flores”.

Destaques nacionais
O  festival traz a Brasília o carioca Thiago Pantaleão, que lançou seu primeiro álbum “Fim do Mundo”, em setembro e tem se firmado na cena pop nacional. Do Pernambuco vem o cantor Romero Ferro com seu pop tropical brasileiro e um pé nos anos 1980, que é atração do domingo. Também com álbum lançado neste ano, a cantora Doralyce já emplacou o  hit “Miss Beleza Universal”. Quem também se apresenta na primeira noite é a cantora Jadsa, celebrada pela crítica musical com seu álbum “Olho de Vidro”.

O sábado é o dia das atrações mais dançantes do Bocadim. A plataforma de cultura negra LGBTQIA+ Batekoo faz intercâmbio em Brasília com show da cantora baiana Tícia, de Salvador. Também da região Nordeste, o cantor Jáder é uma das atrações. No fluxo da mistura regional, outra atração é a banda Crime Caqui, de São Paulo, que traz sonoridade mais sensível e suave, assim como o cantor e compositor maranhense Paolo Ravley, que apresenta sua nostalgia no palco do festival. 

Vogue

Com uma ligação direta com a cultura ballroom, o festival intensifica a abertura de espaço para artistas da cena de vogue. Nessa perspectiva, o sábado é o dia do mini ball “Vogue for Blood”, a primeira atração internacional do Festival. De Nova York, vem o coreógrafo e diretor artístico Pony Zion, nome importantíssimo do vogue mundial. O ball é uma grande celebração das vidas de pessoas negras, LGBTQIA+, latinas, periféricas, e pessoas que vivem com HIV,  que resistem às muitas formas de extermínio por meio da cultura ballroom.

Seleção

Mantendo o empenho em fortalecer artistas independentes brasileiros, o Bocadim promoveu um edital simplificado para a edição 2022. Foram mais de 170 inscrições recebidas e, destas, 15 atrações compõem o line-up, sendo 12 residentes no DF e três de outros estados: a cantora e compositora, celebrada pela crítica, Jadsa, da Bahia, a multiartista Siamese, do Paraná, e a beatmaker Luana Flores, da Paraíba.

Dos selecionados do DF, estão as  irmãs Margaridas, os rappers Amaro e Medro, as cantoras de afrolatinidades Ane Êoketu, Prethaís, Negra Eve e Saraní. Completam a seleção o forró-jazz de Flor Furacão, os ritmos baianos de Carol Nóbrega, o indie pop da cantora Sellva, o rock da banda YPU e a mistura de hardcore e punk melódico da banda Xavosa. 

A nona edição do Festival Bocadim é realizada pela Sala de Produções e tem co-realização da Associação Artística Mapati (Aama), financiamento do principal do Fundo de Apoio à Cultura do DF (FAC-DF), além de fomento da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec).

PROGRAMAÇÃO

Sexta (2/dez)
Carol Nóbrega
Crime Caqui
Dominatrix
Jadsa
Xavosa
YPU

Sábado (3/dez)
Amaro
Ball Vogue For Blood
Batekoo feat. Tícia
Margaridas
Medro
Negra Eve
Paolo Ravley
Pony Zion
Prethaís
Saraní
Siamese

Domingo (4/dez)
Marina Sena
Romero Ferro
Thiago Pantaleão

Ane Êoketu
Doralyce
Flor Furacão
Jáder
Luana Flores

Serviço

Festival Bocadim 2022

2, 3 e 4 de dezembro de 2022

Na Arena Lounge BSB, Estádio Nacional de Brasília (Eixo Monumental – SRPN)

Ingressos gratuitos (sujeitos à lotação): bit.ly/Bocadim2022

Classificação etária: 16 anos (para menores de 18 é necessário o acompanhamento dos responsáveis ou liberação pela vara da Infância e da Juventude)
Proibida a venda ou fornecimento de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos

Mais informações: www.instagram.com/festivalbocadim

Related posts
CinemaGratuito

Festival Curta Brasília começa nesta quinta-feira (1) com filmes inéditos em realidade virtual

Shows e eventos musicais

Em Brasília, festival celebra dia do samba com mais de 30 atrações

Shows e eventos musicais

Em Brasília, jogo do Brasil contra Camarões tem Bell Marques, Maiara & Maraisa e Ferrugem

EspecialGastronomiaShows e eventos musicais

Em Brasília, saiba onde assistir ao jogo do Brasil contra a Suíça pela Copa