EspecialMúsica

Feira de Vinil e Happy Hour da Comunidade Surda agitam a Infinu

Som e silêncio são palavras que definem bem o convívio harmônico entre as ações que a Infinu realiza neste fim de semana. Na sexta-feira (29), a Comunidade Criativa recebe o já tradicional happy-hour da Comunidade Surda do DF, a partir das 18h. Além disso, pela primeira vez o espaço promove a Feira de Vinil, ação voltada para a venda e troca de discos, CDs e fitas K7. O encontro reunirá expositores dos mais variados gêneros no sábado (30) e no domingo (31), das 11h às 20h, na quadra 506 da W3 Sul. 

Para a última edição do happy-hour, toda a equipe da Infinu recebeu treinamento básico de Língua Brasileira de Sinais – Libras, usada por surdos dos centros urbanos brasileiros e legalmente reconhecida como meio de comunicação e expressão. No último encontro, além do treinamento, alguns atendentes usaram máscaras transparentes que facilitaram a comunicação com pessoas surdas capazes de realizar a leitura labial. Além dessa habilidade, engana-se quem pensa que o som não faz diferença na vida da pessoa com surdez, seja ela leve, moderada ou severa, elas podem sentir a vibração e, certamente, o farão nesse encontro. 

O fim de semana também será uma ótima oportunidade para o encontro de colecionadores, entusiastas e apaixonados por vinil. O formato analógico, que registrou no final de 2020 a maior alta nas vendas desde o início dos anos 90, reunirá expositores como Ufo Discos, Sassi Discos, Calatalo, Barata Criolina e Odara Kadiegi. Para a ocasião, eles reunirão mais de mil títulos com a melhor seleção de jazz, blues, soul, heavy metal, eletrônico, importados, novos lançamentos e, claro, de rock, que liderou o ranking de vendas em 2020: dos 10 LPs mais vendidos, 7 são voltados ao Rock and Roll. 

“As feiras são excelentes oportunidades para encontrar raridades que sobreviveram ao tempo e conhecer novos sons, em um de seus melhores formatos, o físico”, explica Ana Luiza dos Santos, organizadora do evento e produtora cultural da Infinu. Com discotecagem totalmente analógica comandada por DJs convidados e residentes da Infinu, o fim de semana também será regado por cervejas artesanais e de produção local, disponíveis em opções para todos os gostos e bolsos. 

Lembrando que a W3 Sul estará aberta durante todo o domingo, das 6h às 17h, e que o espaço reúne o melhor do empreendedorismo local, compartilhado, competitivo e sustentável, além de contar com diversas opções gastronômicas, de arte e moda. A casa segue todas as regras na prevenção do contágio pela COVID-19 estimulando o uso de máscaras, limpeza das mãos, o uso de álcool em gel e distanciamento social.  

PROGRAMAÇÃO MUSICAL

Discotecagem:

SEXTA (29) – Vinil set

Libido 

18h Mak e Calixx 

SÁBADO (30) – Vinil set

10h Karla F

12h Alex Vidigal

Craudi

14h Vinil aberto (Traga seu disco e coloque o  som)

16h Rod

18h Pucci

20h Selectta KBC

DOMINGO (31) 

12h Neonmonamu vinil set

14h Lethal vinil set

Temprano 

16:20h PSK vinil set

18h Anachuri

19:30h Nimic

Serviço 

Feira de Vinil +  Happy Hour da Comunidade Surda na Infinu

LOCAL: Infinu  –  W3 Sul, 506, Bloco A, loja 67 – Entrada pela praça

DIA: Sexta (29), Sábado (30) e Domingo (31)  

TRANSMISSÃO ONLINE: TWITCH.TV/INFINUBSB

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:  10h às 22h

ENTRADA: Gratuita

CLASSIFICAÇÃO:  LIVRE

CONTATO: (61) 98292-8194

Related posts
Música

Orquestra Ouro Preto apresenta o concerto "The Beatles" em Brasília

Música

Escolas públicas de Ceilândia recebem festival de rock

Especial

Próxima edição do Casamento Comunitário corre em abril

EspecialTeatro

Daniel Calvet chega ao DF com Performance e Dança