Shows e eventos musicais

Em Brasília, festival celebra dia do samba com mais de 30 atrações

Após as ações pautadas pelo Dia da Consciência Negra, a quinta edição do Festival Tardezinha do Samba retorna à cena nos dias 2, 3 e 4 de dezembro. Tradicionalmente realizado na Casa do Cantador, em Ceilândia, o evento é aberto ao público com entrada franca e com atrações para todas as idades. No primeiro fim de semana de dezembro, o festival comemora o Dia Nacional do Samba, oficializado no dia 2, reunindo sambistas, artistas de diversas linguagens e pensadores negros do Distrito Federal, Rio de Janeiro e Minas Gerais. 

Para abrir os trabalhos na sexta-feira (2), Dia Nacional do Samba, a Casa do Cantador vai se transformar em um típico botequim carioca: o Botequim do Tardezinha. A programação começa às 20h, com um bate-papo descontraído sobre “A história do samba e do choro no DF”, com mediação de Renata Jambeiro, roteiro de Juliana Silva e a presença de Vagareza, Pedro Molusco, Breno Alves, Teresa Lopes, Cris Pereira, Cadete do Samba, Paulo Córdova e Tia Edênia. A partir das 21h15, a festa segue com pocket shows de Marquinhos Benon, Dhi Ribeiro, DJ Kashu e poesia com Rafinha Bravoz. 

No sábado e domingo (3 e 4/12), o festival realiza um autêntico almoço comunitário afro-brasileiro, a partir do meio-dia, com roda de samba e feijoada conduzidas pelos coletivos ceilandenses Samba na Comunidade e Samba da Guariba. Haverá também exibição de vídeos e documentários. Das 14h às 18h, a criançada tem espaço garantido para se divertir no Sambrincante, uma estação de lazer com jogos de rua e brincadeiras populares. Das 16h às 21h, expositores diversos e editoras independentes comercializam produtos criativos na Feira de Arte e Artesanato. 

No sábado, após a feijoada com o coletivo Samba na Comunidade, a programação musical se estende tarde afora e noite adentro. A partir das 15h, se apresentam Felipe Victório, Karla Sangaleti, Nenel Vidal e Dudu. O line up da noite esquenta com a poesia de Nego Pac e segue com shows de Márcio Marinho & Choro no Eixo, Kika Ribeiro, Marcelo Café e DJ Palito nos intervalos. Às 22h, o Tardezinha do Samba recebe o músico e compositor carioca Moacyr Luz, que apresenta parte dos seus 30 anos de carreira junto aos brasilienses do 7naRoda. Às 23h, quem fecha a noite é o Samba Urgente, tendo como convidado especial o sambista mineiro Moyseis Marques.

No domingo, ao meio-dia, a feijoada é ao som do coletivo ceilandense Samba da Guariba. A partir das 15h, a tarde segue com Tyayro, Banda Patacorí, Sem Chorumelas e poesia com Dudu Mano. As atrações da noite iniciam às 18h, com show das sambistas do grupo Elas que Toquem, seguido de Carol Nogueira e do cantor carioca Serginho Meriti. Nos intervalos, DJ Kazuza mantém a cadência da festa. Para encerrar toda a programação, às 21h, o grupo brasiliense 7naRoda abre seu show junto ao cantor carioca convidado João Cavalcanti.


Histórico do Festival

Idealizado pelo músico Marcelo Café, em 2018, e realizado pela ArteCei Produções, o Tardezinha do Samba é o principal festival do gênero promovido em Ceilândia e no Distrito Federal. O projeto ocupa sempre a Casa do Cantador, espaço que é referência histórica para a cultura popular do DF. Protagonizado por agentes culturais negros e periféricos, reúne sambistas, artistas de variadas linguagens e pensadores afro-brasileiros, com destaque para as culturas do samba, do choro e do charme. 

Entre shows, prosas e atividades formativas, nomes consagrados e novos talentos se encontram no Tardezinha, oportunizando o lançamento de trabalhos e a consolidação das rodas de samba e dos bailes de charme que sempre marcaram os finais de semana em Ceilândia. Durante a pandemia do Covid-19, o projeto realizou duas edições online (2020 e 2021). Esta quinta edição, em 2022, conta com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.

PROGRAMAÇÃO

02 de dezembro (sexta)

Butiquim do Tardezinha

Bate-papo

20h às 21h30: A História do Samba e do Choro no DF

– Com: Vagareza, Pedro Molusco, Breno Alves, Teresa Lopes, Cris Pereira, Cadete do Samba, Paulo Córdova e Tia Edênia

– Mediação: Renata Jambeiro

– Roteiro: Juliana Silva

Pocket Shows

21h15: Rafinha Bravoz (poesia)

21h30: Marquinhos Benon 

22h30: Dhi Ribeiro 

* Intervalos com Dj Kashuu


03 de dezembro (sábado) 

12h: Samba na Comunidade (roda de samba) + Feijoada

15h: Felipe Victório

16h: Karla Sangaleti

17h: Nenel Vida

18h: Dudu

18h45: Nego Pac (poesia)

19h: Márcio Marinho & Choro no Eixo

20h: Kika Ribeiro

21h: Marcelo Café

22h: Moacyr Luz feat 7naRoda

23h: Samba Urgente feat Moyseis Marques

* Intervalos com DJ Palito


04 de dezembro (domingo) 

12h: Samba da Guariba (roda de samba)  + Feijoada

15h: Tyayro

16h: Banda Patacorí

17h: Sem Chorumelas

17h45: Dudu Mano (poesia)

18h: Elas que Toquem

19h: Carol Nogueira

20h: Serginho Meriti feat 7naRoda

21h: 7naRoda feat João Cavalcanti

* Intervalos com DJ Kazuza


03 e 04 de dezembro (sábado e domingo)

12h às 14h: Cine Samba – exibição de documentários, vídeos e curtas-metragem

14h às 18h: Sambrincante – estação de lazer com jogos de rua e brincadeiras populares 

16h às 21h: Feira de Arte e Artesanato – expositores diversos e editoras independentes

SERVIÇO

Festival Tardezinha do Samba – 5ª edição

QUANDO: 2, 3 e 4 de dezembro

ONDE: Casa do Cantador – Ceilândia (DF) 

ENTRADA: franca 

CLASSIFICAÇÃO: livre

REDES: www.instagram.com/tardezinhadosambacei/ 

Related posts
Shows e eventos musicais

Em Brasília, jogo do Brasil contra Camarões tem Bell Marques, Maiara & Maraisa e Ferrugem

EspecialGastronomiaShows e eventos musicais

Em Brasília, saiba onde assistir ao jogo do Brasil contra a Suíça pela Copa

Shows e eventos musicais

Fora do Eixo anuncia shows especiais nos dias de transmissão dos jogos da Copa

Shows e eventos musicais

Bhaskar faz show no aniversário de um ano do Mezanino nesta sexta-feira (25)