Especial

Dicas de como manter a saúde mental e física no período da quarentena

Na quarentena, as pessoas tendem a ficar mais paradas, e isso não é nada bom para a saúde mental, muito menos para a corporal. É importante, portanto, criar uma rotina...

Celular

Na quarentena, as pessoas tendem a ficar mais paradas, e isso não é nada bom para a saúde mental, muito menos para a corporal. É importante, portanto, criar uma rotina de exercícios físicos, aliados a uma boa alimentação, para aumentar a imunidade e ajudar a equilibrar as emoções. Segundo a Nutricionista Isadora Fadul, do Ravenna Brasília, a boa alimentação não garante que as pessoas não sejam infectadas, mas pode evitar as complicações da doença. “Boa hidratação e boa qualidade do sono também são fatores muito importantes”, diz Isadora. Segundo a Nutricionista, é necessário evitar os carboidratos simples e os açúcares, pois estes dão uma falsa sensação de felicidade, mas o efeito rebote é grande. “Em especial, pessoas que possuem alterações bruscas de humor devem evitar ainda mais esse tipo de alimento. É bom dar preferência aos tubérculos e oleaginosas”, explica. 

Os suplementos também são aliados de uma boa imunidade. “Cinco gramas de glutamina ao dia pela manhã, própolis – para crianças com base em água, e adultos com base álcool – associado ao limão ou à cúrcuma, na forma de um shot matinal pela manhã, ajudam muito. Suplementos à base de zinco, associados à vitamina C, também dão um efeito muito positivo.” Ela ainda afirma que é importante checar os níveis de vitamina D e investir nos probióticos, pois “toda a nossa função celular tem base no intestino, então, mantendo uma boa função intestinal, conseguiremos regular diversas funções do nosso corpo”, conta. Para completar, ela acredita que as bebidas quentes possam acalmar um pouco as pessoas, aliviando a ansiedade, e que, neste momento, é importante buscar outras fontes de prazer que não sejam os alimentos, como “ler um bom livro, assistir a um filme ou ficar com a família”, exemplifica. Desconectar-se um pouco das notícias também é benéfico para uma boa saúde mental.

E, já na parte física, segundo a Educadora Física do Ravenna Brasília Valéria Leonhardt, nesta fase, o ser humano tende a sentir mais medo e a ficar mais ansioso, por isso o ideal é aliar exercícios de força com exercícios que liberem mais endorfina e serotonina. “O Pilates, a Musculação e a Yoga, por exemplo, ajudam na manutenção da massa muscular e no metabolismo, e as danças, por exemplo, são excelentes opções para liberar endorfina e serotonina. Todas essas modalidades podem ser praticadas por meio do canal no Youtube do Ravenna Brasil”, conclui.

Mexa-se com o Ravenna:

Para melhorar ainda mais a experiência na realização das atividades físicas, o Ravenna migrou a maioria das lives para o YouTube (Canal Ravenna Brasil). O objetivo da troca foi melhorar a qualidade da imagem para que todos executem os movimentos perfeitamente.  O canal será aberto para todo o público. Essa é a contribuição do Ravenna para ajudar as pessoas a se movimentarem, mesmo em suas casas, com a melhor equipe à disposição, com 45 aulas por semana. Segundo Moema Soares, Sócia-diretora do método no Brasil, “é uma forma de passar por este momento de uma maneira mais lúdica e principalmente saudável”, conclui. Link do canal: https://bit.ly/aovivocomvocê. No instagram @maximoravenna, haverá apenas lives de Ritmos e Zumbahia. Confira a programação completa no feed do instagram.

Serviço:

Como manter a saúde mental e física no período de quarentena

Centro Terapêutico Dr. Máximo Ravenna

Instagram: @maximoravenna

Youtube: Canal Ravenna Brasil

Mais Notícias
Especial

Brasília recebe treinamento imersivo de vendas com André Nunes

Especial

Ex-Casseta Maria Paula estreia programa sobre empreendedorismo

EspecialGratuito

Colégio Objetivo promove feira com o "Mundo em Transformação"

Especial

Complexo Cultural do Choro oferece programação diversa para toda família