Causas

Consultas virtuais estão em alta

A pandemia do coronavírus trouxe lições importantes e inseriu novos comportamentos à sociedade. Entre as tendências que foram impulsionadas durante esse período estão as consultas remotas. Para seguir as medidas de distanciamento social e evitar o contágio, muitos brasileiros passaram a optar por essa modalidade de atendimento. Segundo levantamento da consultoria Demanda Pesquisa e Desenvolvimento de Marketing, realizado em julho deste ano, quatro em cada 10 pessoas deixaram de frequentar hospitais e clínicas desde o início da crise sanitária. Ainda de acordo com a pesquisa, a maioria dos entrevistados são simpáticos aos atendimentos virtuais.

A tendência é que, passada a pandemia, a demanda pelas teleconsultas continue em alta, como aponta Janaína Mundim, fonoaudióloga e diretora da clínica ParaOuvir. “É uma modalidade que vai fazer parte do protocolo de atendimento. Acredito que várias consultas que eram presenciais passarão a ser remotas”, afirma Janaína. No entanto, a especialista ressalta que esse formato veio para complementar, e não para substituir os atendimentos presenciais. “O contato humano continua sendo muito importante. Há exames e procedimentos que só podem ser feitos de maneira presencial”, explica.

A demanda por atendimentos virtuais na ParaOuvir Aparelhos Auditivos aumentou cerca de 50% durante a crise de Covid-19. Janaína explica que, com a tecnologia Marvel, da nova linha de aparelhos auditivos da Phonak, é possível fazer de maneira remota praticamente todos os ajustes que seriam feitos presencialmente nos aparelhos auditivos.
A fonoaudióloga vê vantagens no modelo, especialmente por otimizar o tempo e reduzir a necessidade de deslocamento. “Hoje, o tempo é uma das coisas mais preciosas que temos. Com o atendimento remoto, o paciente não precisa se deslocar e poupa muito tempo, além do conforto e praticidade de ser atendido onde for melhor para ele”, justifica.

Conheça a linha Marvel

A linha multifuncional Marvel é o mais recente lançamento da Phonak, líder mundial em soluções auditivas. Ela chegou ao Brasil em fevereiro e está no mercado mundial há dois anos. Erica Bacchetti, gerente de Produtos da ParaOuvir, explica que os produtos Marvel funcionam como dispositivos interligados. “A pessoa pode conectar o aparelho auditivo a qualquer dispositivo bluetooth, como celular, tablet, Ipad, computador e televisão. Ela recebe um sinal do que está escutando direto no aparelho auditivo. Isso sem perder a qualidade sonora”, diz.

A linha Marvel é multifuncional porque, além de aparelhos auditivos, os produtos também funcionam como dispositivos interligados a qualquer dispositivo bluetooth. O usuário pode receber o som do que ela está escutando direto no aparelho auditivo. Tudo isso sem perder a qualidade sonora que ela precisa para ouvir os sons com clareza. Ou seja, uma pessoa com perda auditiva, quando escuta esses sons, continua conectada com o mundo e esses sons continuam sendo amplificados para ela poder escutar.

A fonoaudióloga explica que, como é um dispositivo conectado totalmente online, ele tem a possibilidade também de ser ajustado à distância. “Conseguimos fazer uma chamada de vídeo com o paciente, acessar o aparelho auditivo dele por meio da conexão com o celular e fazer os ajustes que que são necessários em tempo real. Esses são os grandes diferenciais”, explica Erica.

Related posts
CausasCinemaGratuito

Documentário sobre movimento LGBTQIA+ na ditadura estreia no Cine Brasília

Causas

Novembro Azul: homens vão seis vezes a menos ao médico do que as mulheres

Causas

Brasil Center Shopping promove feira de adoção pet neste sábado

Causas

Escritora brasiliense doa livros para voluntárias da rede feminina de combate ao câncer no DF