Especial

Baixa umidade requer atenção na hidratação da pele

O contador de dias sem chuva no DF já ultrapassou 102 dias. A seca predomina no DF e Entorno, com altas temperaturas e agravamento com umidade relativa do ar baixa. O consumo de líquidos (água e sucos naturais), é necessário para a hidratação do corpo e pele. Além disso, deve-se evitar expor o corpo nos horários de maior incidência solar.

A médica dermatologista, Dra. Patrícia Castro, da Viva Dermatologia, explica que paralelo o consumo de líquidos para hidratar o corpo, é necessário o uso de cremes adequados para a pele, principalmente após o banho, pois a absorção do hidratante é maior com a pele úmida. “A aplicação deve ser após o banho e reaplicado no decorrer do dia por quem tem a pele muito seca”, detalha a médica.

Quando o ressecamento da pele está num estágio mais avançado, é possível o desenvolvimento de alguns transtornos, como o eczema asteatósico, onde a pele apresenta um tom avermelhado, com coceira, descamação e fissuras. A pele ressecada fica, também, mais propensa a desenvolver quadros infecciosos, como a erisipela nas pernas e a dermatite atópica. Nesta última, as áreas irritadas aparecem principalmente nas áreas de dobras e nas bochechas.

As pessoas com pele oleosa também devem fazer a hidratação da pele, mas com algumas diferenças. A aplicação de hidratantes deve ser feita principalmente nas épocas de seca, em áreas nas quais a pele resseca mais, como nos antebraços e nas canelas. “Na região facial, nessas pessoas, o hidratante eventualmente pode ser dispensado, caso a pele seja realmente oleosa. Todavia, existem produtos hidratantes especialmente desenvolvidos para pessoas de pele oleosa, que conseguem fazer uma leve hidratação, mas sem piorar a oleosidade existente, ou causar acne”, acrescenta a Dra. Patrícia.

A dermatologista explica que, para manter a pele sempre hidratada, não basta apenas passar os hidratantes. É necessário também evitar os banhos excessivamente quentes, as buchas e o uso de sabonetes abrasivos, pois retiram a camada de gordura protetora da pele. “Importante também usar os sabonetes e xampus só nas áreas mais necessárias, como axilas, couro cabeludo, pés e região genital”, completa.

Dra. Patrícia Castro – Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Goiás – UFG (1998-2003), Residência Médica em Clínica Médica no Hospital Regional da Asa Norte -HRAN/SES (2004-2005), Residência Médica em Dermatologia no Hospital Universitário de Brasília -UnB (2007-2008), Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Membro Efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).

Serviço:

Viva Dermatologia

SHIS QI 15 Bloco O Sala S14A e S16A Ed. Victoria Medical Center – Lago Sul

Contato: (61) 3365-1065 / 9 9870-1065

www.vivadermatologia.com.br

Related posts
EspecialGastronomia

Veja restaurantes em Brasília onde é possível assistir ao primeiro jogo do Brasil pela Copa do Mundo

Especial

Em Brasília, Super Adega lança campanha descontos, promoções e facilidades na Black Friday

Especial

Influenciadores de Brasília farão game live na Fazendinha com multi transmissão

Especial

Na Asa Norte, Café My Cat Space é inaugurado com espaço completo e instagramável